O ESCORPIÃO E O SAPO.




"Um sapo e um escorpião se encontraram às margens de um rio profundo. Ambos precisavam atravessá-lo, mas só o sapo sabia nadar. O escorpião se aproximou dele, e com aquela falsidade dos maus, e pediu carona nas costas para atravessar o rio. O sapo relutou dizendo: “Não sou doido, se o carregar nas costas, você vai me dar uma picada e eu ficaria paralisado e morreria”. O escorpião, com fingimento, ponderou: “E eu é que seria doido se fizesse isso porque também morreria porque não sei nadar”. O sapo, ingênuo, pensou e admitiu que o escorpião tinha razão, era lógico o que ele estava afirmando. Então deixou que ele subisse nas suas costas e começaram a travessia do rio. No meio dessa travessia, o escorpião, poke!, deu uma picada no sapo. Este, surpreso com a traição, ainda não paralisado mas já sentindo o efeito da picada, perguntou indignado: “Por que você fez isso se sabe que também vai morrer?”. O escorpião respondeu com aquela frieza dos maus: “Fiz isso porque sou um escorpião e isso faz parte da minha natureza”. 
.......................................................................................................................
As vezes agimos da mesma forma e nos justificamos. Alguém nos diz um desaforo, e então, de imediato respondemos da mesma maneira. Depois dizemos: "Ah, mas eu disse isso e fiz aquilo porque fui agredido, fui ofendido!". Ora, que diferença há entre você que revidou (isso, é se vingou - retribui do mesmo jeito), e o agressor? Nenhuma! Ambos erraram, ambos pecaram!
Agora falo para os meus irmãos e irmãs na fé. Se somos homens e mulheres de Deus, temos que agir conforme a nossa natureza, conforme quem dizemos que habita em nós: Deus! Sermos misericordiosos, compassivos, mansos...
Se meu vizinho me agride verbalmente e eu perdendo a paciência respondo da mesma forma (falo de mim mesma), preciso ser humilde e reconhecer que errei, que pequei! Que não posso, não devo retribuir o mal com o mal. Sou morada do amor, e se assim não agi é porque deixei o Espírito Santo lá no canto do meu coração e fiz o que bem queria, o que a minha carne, a minha natureza pecaminosa, e feia deseja fazer. Tenho que me humilhar e reconhecer: "Deus eu errei, perdoa-me, cura-me, liberta-me, estaura-me. Não sou escorpião, e portanto, não posso agir como tal.

Torta de Frango

Ingredientes Frango: 1 peito inteiro de frango com pele e osso; 1 cenoura grande; 1 talo de salsão com folhas; 1 cebola g...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...